Cipro

É possível comprar Cipro sem receita em Portugal?

ciproCipro é um medicamento em comprimidos que pode comprar para o tratamento de infeções, sendo eficaz em quadros infeciosos dos ossos, do aparelho gastrointestinal, da pele, do sistema respiratório e do sistema urinário. Não é indicado para infeções víricas, como constipações ou gripe.

Este medicamento genérico da família dos antibióticos de quinolona, tem a capacidade de destruir bactérias ou impedir o seu crescimento.

Caso pretenda saber onde se compra aos melhores preços em Portugal, saiba que não necessita comparecer em consultas médicas para obter receita ou nas farmácias portuguesas para o comprar.

Caso resida em Portugal, poderá comprar Cipro original pela internet e sem receita. Comprar online é fácil e receberá a sua compra em Portugal com a maior rapidez e sigilo. Ao comprar na net beneficia dos melhores preços.

5

Pacote 250mg
Pacote
Preço
Por pílula
Comprar
250mg × 30 pílulas
€ 44,23
1.47
250mg × 60 pílulas
€ 51,44
0.86
250mg × 90 pílulas
€ 56,59
0.63
250mg × 120 pílulas
€ 66,89
0.56
250mg × 180 pílulas
€ 92,64
0.51
Pacote 500mg
Pacote
Preço
Por pílula
Comprar
500mg × 30 pílulas
€ 46,29
1.54
500mg × 60 pílulas
€ 55,56
0.93
500mg × 90 pílulas
€ 64,83
0.72
500mg × 120 pílulas
€ 74,62
0.62
500mg × 180 pílulas
€ 101,91
0.57
Pacote 750mg
Pacote
Preço
Por pílula
Comprar
750mg × 32 pílulas
€ 75,13
2.35
750mg × 60 pílulas
€ 111,18
1.85
750mg × 92 pílulas
€ 151,34
1.65
750mg × 120 pílulas
€ 172,97
1.44
750mg × 180 pílulas
€ 231,68
1.29
Pacote 1000mg
Pacote
Preço
Por pílula
Comprar
1000mg × 30 pílulas
€ 77,19
2.57
1000mg × 60 pílulas
€ 123,54
2.06
1000mg × 90 pílulas
€ 162,16
1.80
1000mg × 120 pílulas
€ 185,33
1.54

Se comprar Cipro online o preço é mais barato?

Para comprar sem receita online, basta que selecione a dosagem e o tamanho da embalagem. Cipro sem receita é apresentado nas dosagens de 250, 500, 750 e 1000 mg.

Quanto maior a embalagem que comprar online, menor é o preço por comprimido e a partir de certas quantidades não beneficia apenas de melhor preço, como também de expedição aérea gratuita para Portugal.

Devo informar um médico se tomar Cipro?

Cipro é um medicamento seguro e de eficácia validada, porém, a sua utilização recomenda que dê conhecimento ao médico se optar por esta alternativa de tratamento.

Assim, deverá informar um médico na eventualidade de se encontrar em alguma das situações:

  • Se for uma criança com problemas das articulações;
  • Se estiver grávida ou se estiver a tentar engravidar;
  • Se estiver a amamentar;
  • Se for alérgico(a) a alguma substância, alimento, conservante, corante ou à ciprofloxacina;
  • Se tiver alguma doença do coração;
  • Caso tenha alguma doença do fígado;
  • Se tiver doenças dos rins;
  • Se tiver histórico de convulsões.

Como deverei tomar Cipro?

Leia estas informações ao comprar Cipro online. Nunca partilhe este medicamento com terceiros. Ao tomar o medicamento deve ingerir um copo de água. Sendo um comprimido, é administrado oralmente e com intervalos de tempo iguais entre cada toma. Evite ao máximo tomar mais do que na dose recomendada, ainda que julgue que lhe fará melhor. Não deixe passar tomas e não termine o tratamento antes do tempo.

Pode tomar às refeições ou entre refeições e em jejum. Embora possa tomar com productos lácteos ou contendo cálcio, é conveniente que não tome apenas com um destes produtos.

No caso de pretender administrar Cipro a uma criança, aconselhe-se com um especialista médico de Pediatria, pois poderão ser necessários cuidados.

No caso de se esquecer de tomar uma dose, tome-a logo que possa e se faltar pouco tempo para a próxima toma, tome somente essa. Não tome doses adicionais ou em duplicado.

Que interações são prováveis com Cipro?

Tal como qualquer medicamento, este poderá interagir com substâncias ou fármacos, pelo que deverá ter cuidado na sua utilização. Os seguintes fármacos impedem a utilização de Cipro, pelo que não pode usá-lo no caso de tomar:

  • tizanidina;
  • terfenadina;
  • cisaprida;
  • droperidol.

Para além destas substâncias, as seguintes podem também gerar interações:

  • antiácidos;
  • cafeína;
  • ciclosporina;
  • varfarina;
  • teofilina;
  • sucralfato;
  • probenecida;
  • fenitoína;
  • omeprazol;
  • multivitaminas;
  • metotrexato;
  • medicamentos anti-inflamatórios como ibuprofeno e naproxeno;
  • medicamentos para diabetes;
  • comprimidos ou pó tamponados com didanosina.

Note que esta listagem pode não ter todas as substâncias passíveis de interação medicamentosa, logo, é aconselhável que informe o seu médico de todas as medicações, produtos naturais, medicamentos sem receita e suplementos nutricionais, bem como informar se fuma, consome bebidas alcoólicas ou drogas ilegais.

O que merece especial atenção ao tomar Cipro?

Apesar de Cipro ser uma fórmula médica (sem receita médica), a sua utilização pode não ser a melhor para o seu problema ou necessitar de ajustamento. Assim, deverá informar um médico no caso de os sintomas não melhorarem. Se apresentar diarreia durante mais de dois dias, ou se esta for severa ou líquida, deverá também alertar um médico.

Cipro pode causar má disposição ou tonturas. Não deverá conduzir automóveis ou máquinas nem realizar tarefas complexas e que exijam uma atenção elevada para perigos até que saiba que Cipro não o afeta. Não se levante subitamente, em especial se for pessoa de maior idade, pois este cuidado previne tonturas e desmaios.

O fármaco pode torná-lo mais sensível à luz solar, pelo que é prudente manter-se abrigado da exposição solar. Se não puder evitá-lo, aplique produtos de proteção, utilize roupas que cubram toda a sua pele e não use lâmpadas ou cabines bronzeadoras.

Evite tomar antiácidos, alumínio, cálcio, ferro, magnésio e produtos à base de zinco durante 6 horas antes de tomar o medicamento e duas horas depois.

Que efeitos secundários posso ter com Cipro?

Assim como outros fármacos comprados na farmácia, Cipro pode provocar efeitos secundários, os quais poderão ser de maior ou menor importância e gravidade. Assim, os efeitos secundários justificam a procura rápida de cuidados de saúde ou aconselhamento médico:

  • dores invulgares, sensações de dormência ou formigueiro e fraqueza;
  • rubor da pele, bolhas cutâneas ou outras erupções estranhas, pele em escamas ou fina, incluindo na cavidade oral;
  • episódio convulsivo;
  • dificuldades ou dores ao urinar;
  • dores ou inchaços articulares, musculares ou dos tendões;
  • batimento irregular do coração;
  • sensação de fraqueza ou desmaio;
  • estado de confusão, pesadelos ou atividade alucinatória;
  • problemas respiratórios;
  • reações de alergia como erupções da pele, prurido, inchaço da cara, dos lábios ou da língua.

Atente ainda os efeitos secundários que embora não careçam de atenção médica urgente, deverão ter avaliação clínica no caso de se tornarem prolongados ou incomodativos: diarreia, mal-estar gástrico ou náuseas, marcas esbranquiçadas na boca.

Esta listagem de efeitos secundários pode não contemplar todas as possíveis situações a que deve estar atento.

Como devo guardar Cipro corretamente?

A embalagem deverá sempre ser armazenada num local seco, à temperatura ambiente inferior a 30°C, bem fechada e fora do alcance das crianças. Quando a data de validade for ultrapassada, deite a embalagem para o lixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.